Perfil

Bem vindo ao meu perfil

Ícaro Francio Severo, nascido em 15 de janeiro de 1995, no Hospital e Maternidade Dois Pinheiros, em Sinop, é estudante de direito pela Faculdade de Sinop (FASIPE). Filho de Soely Francio Severo (contadora) e Leonildo Severo da Silva (advogado). Iniciou seus estudos na escola Brincalhão, passando a estudar, posteriormente, no Colégio CAD (OESP), onde veio a concluir o ensino médio no ano de 2012.

Sempre muito ativo e participante de competições, competiu diversas vezes a Copa Diego Dal’Bosco de futebol, adquirindo várias medalhas, troféu de artilharia e de revelação. Participou, também, de muitas competições de natação, juntamente com a equipe da escola de natação da Acqua & Cia, viajando por vários municípios e obtendo diversas medalhas.

Incentivado por seus pais, sempre teve vontade de sair de casa para estudar. Foi então que no ano de 2013, através do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), foi aprovado em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso, no campus de Barra do Garças. E foi ali que iniciou seus estudos universitários. Contudo, no dia 27 de dezembro de 2014, em férias aqui na cidade de Sinop, seu irmão, Eric Francio Severo, então com 21 anos, que cursava Medicina pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), em Tubarão, foi assassinado, vítima de latrocínio, mudando completamente sua vida.

A partir desse trágico acontecimento, sua família tinha dois caminhos: ou chorava e continuava vivendo na tristeza, ou transformava o choro e toda a revolta em uma luta por mudanças, para evitar que tragédias como essa ocorram com outras famílias. Sua família, então, iniciou em 2015 uma luta por mudanças na legislação penal, em especial pela aprovação do Projeto de Lei 353/2015, de autoria do Deputado Federal Major Olímpio (SP), que aumenta a pena de latrocínio e outros crimes hediondos. Em pouco mais de um ano, foram coletados em todo o Brasil e entregues no Congresso Nacional, mais de 112.000 assinaturas de um abaixo-assinado em favor desse projeto.

Ícaro deixou o sonho de se formar em Direito pela UFMT em Barra do Garças, transferindo-se para a FASIPE, retornado a Sinop e à casa de seus pais com o objetivo de ajuda-los com a coleta de assinaturas e ficar próximo deles nesse momento doloroso.

Em setembro de 2015 foi convidado para um evento do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), o qual contava com a presença do Governador Pedro Taques. Lá, efetuou sua filiação no partido e, a partir dali, começou a fazer parte de reuniões e se inteirar de assuntos políticos.

Em fevereiro de 2016, motivado pela luta de sua família, com o intuito de colocar seu nome à disposição de Sinop, e com objetivo maior de apresentar uma nova política, de resultados, transparente e honesta, e com uma campanha de baixo custo, comunicou que seria candidato a vereador. Aprovado pela Convenção, procedeu a uma campanha tranquila, honesta e de baixo custo. Foi eleito com 1.694 votos, sendo o terceiro mais votado e o vereador eleito mais novo da história de Sinop.

Com o lema “mais força para servir”, Ícaro se colocou à disposição da população de Mato Grosso, nas eleições de 2018, para disputar o cargo de deputado estadual. Sua candidatura foi aprovada no dia 5 de agosto de 2018, durante a convenção partidária do PSDB, realizada no Hotel Fazenda Mato Grosso em Cuiabá.

Assim como em 2016, Ícaro fez uma campanha eleitoral honesta e de baixo custo em 2018. Com uma equipe reduzida – composta por familiares, amigos, assessores, voluntários e apenas 30 cabos eleitorais – o candidato percorreu vários bairros de Sinop e outros 17 municípios: Vera, Feliz Natal, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Colíder, Cláudia, Marcelândia, Cuiabá, Nova Ubiratã, Alta Floresta, Nova Canaã do Norte, Peixoto de Azevedo, Terra Nova do Norte, Matupá, Guarantã do Norte e Santa Carmem.

O resultado desse árduo trabalho foi gratificante: Ícaro foi votado em 91 municípios, somando 9.141 votos. Só em Sinop, Ícaro recebeu 7.018 votos, se tornando o candidato mais votado na “Capital do Nortão”. Tal resultado fez com que Ícaro assumisse a 4ª suplência do partido.