Ícaro cobra informações do Procon sobre as reclamações contra a Águas de Sinop

Ícaro cobra informações do Procon sobre as reclamações contra a Águas de Sinop

O vereador busca saber o número de procedimentos instaurados, lista das principais reclamações, quantidade de decisões favoráveis ao consumidor, entre outros

Por meio do Requerimento nº 041/2018, o vereador Ícaro Francio Severo (PSDB) busca informações sobre as reclamações que chegam ao Procon em relação à concessionária Águas de Sinop. A solicitação das informações foi aprovada na tarde de hoje (16), durante a 6ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sinop.

Muitas reclamações chegam até a nós e muitos usuários do serviço de água e esgoto relatam que buscam ajuda do Procon para garantirem seus direitos, por se sentirem lesados pela empresa Águas de Sinop. Diante disso surgiu a ideia de fazermos esse levantamento, para acompanhar como andam esses processos”, explicou Ícaro.

As informações foram solicitadas em seis tópicos. São eles:

1 – Quantidade de procedimentos instaurados a partir de reclamações de usuários contra a concessionária Águas de Sinop desde quando a empresa assumiu a concessão dos serviços de água e esgoto na cidade;

2 – Lista de todos os motivos de reclamações dos usuários contra a concessionária Águas de Sinop;

3 – Quantidade de audiências realizadas entre reclamantes e a empresa Águas de Sinop;

4 – Das audiências realizadas, em quantas oportunidades a empresa compareceu para a conciliação e em quantas oportunidades não compareceu;

5 – Especificar a quantidade de vezes em que a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor ou a Delegacia de Proteção ao Consumidor (DECON) tenham sido acionadas pelo não comparecimento de representante legal da concessionária Águas de Sinop;

6 – Das conciliações e audiências entre a empresa e os reclamantes, quantas foram as decisões favoráveis à empresa e quantas foram favoráveis ao consumidor;

O Requerimento nº 041/2018 será encaminhado ao prefeito em exercício, Gilson de Oliveira, com cópia à diretora do Procon, Juliana Torres Baptista. As respostas devem ser fornecidas em até 30 dias após a notificação.

Weslley Mtchaell – Assessor de Imprensa

Enviar mensagem
Precisa de ajuda?
Olá, tenho uma dúvida!