Após coleta de assinaturas no Daury Riva, moradores reclamam de falta de água

Após coleta de assinaturas no Daury Riva, moradores reclamam de falta de água

Empresa Águas de Sinop alegou problema em equipamento. Moradores reclamaram a dificuldade em contatar a empresa e que informação foi repassada tardiamente

No último sábado (4), o vereador Ícaro Francio Severo (PSDB) esteve no bairro Daury Riva e coletou mais de 1,1 mil assinaturas para a petição que pede o fim da concessão dos serviços de água e esgoto em Sinop. Após encerrar os trabalhos, vários moradores entraram em contato (via telefone e página do Facebook) para reclamar a falta de água no bairro.

De acordo com alguns moradores, a falta d’água começou no sábado, por volta das 13h. A falta de abastecimento atingiu, no mesmo dia, outros bairros: Jardim Maria Vindilina, Residencial das Acácias, Residencial Novo Horizonte, Jardim Bougainville e Jardim Califórnia. Sem conseguir contato nos telefones disponibilizados pela Águas de Sinop, os moradores solicitaram alguma ajuda do vereador.

Na manhã de domingo (5), Ícaro esteve no Daury Riva e viu de perto a angústia das famílias. Através de quatro vídeos publicados em sua rede social, o vereador chamou a atenção para o problema e deu voz aos moradores.

No primeiro vídeo, o senhor José Aparecido aponta que a água está chegando sem pressão nos cavaletes. No segundo vídeo, o morador mostra que a água não possui força o suficiente para encher a caixa d’água e relata que buscou contato com a empresa, mas sem sucesso. Já no terceiro vídeo, Ícaro revela que a empresa alegou que uma bomba havia queimado. Na oportunidade, a empresa se comprometeu em sanar o problema até o final da tarde de domingo. José Aparecido ainda reclamou que a empresa não avisou os moradores do problema

O quarto vídeo mostra, novamente, o morador José Aparecido reclamando que a população tenta contato com a ouvidoria da empresa, mas que não são atendidos fora do horário comercial. Já na parte final do vídeo, mais três moradoras reclamam a falta d’água e reforçam que a empresa não avisou sobre o problema.

“Até podem acontecer problemas. Mas a população precisa ser informada! Nesse caso, os moradores ficaram desde às 13h de sábado até as 11h30 de domingo sem serem informados do problema. E essa informação, inclusive, só foi passada aos moradores quando recebemos um comunicado oficial da empresa via Whatsapp. Sem conseguirem contato com a ouvidoria no final de semana, eles ficaram perdidos, sem saberem o que estava acontecendo e sem conseguirem um amparo da empresa”, apontou Ícaro.

O único contato com a empresa realizado com sucesso, através da ouvidoria, ocorreu às 14h01 do domingo. Sem solucionar o problema no prazo prometido – final da tarde de domingo – o morador José Aparecido tentou contato com a empresa às 22h46, mas novamente não encontrou ninguém do outro lado da linha.

Somente na manhã de hoje (6) o morador conseguiu falar com a ouvidoria e solicitar a resolução do problema, que resultou na falta de água desde a tarde de sábado. Às 7h21 a empresa compareceu no endereço de José Aparecido e iniciou os devidos consertos.

Durante a 37ª Sessão Ordinária, Ícaro sugeriu a necessidade de ser implantado um plantão de atendimento 24h. “Ou, pelo menos, colocarem um sistema de gravação, que identifique a pessoa e o problema. Para que a empresa retorne o mais rápido possível e verifique o problema. A Águas de Sinop pode facilitar a vida das pessoas!”, finalizou.

Para reclamações à Águas de Sinop, ligue para 0800 647 6060.

Weslley Mtchaell – Assessor Parlamentar

Enviar mensagem
Precisa de ajuda?
Olá, tenho uma dúvida!